top of page

Que tal assumir os brancos?

Especialista fala sobre a despigmentação dos cabelos e dá dicas para quem quer aderir à tendência


Fios grisalhos precisam de mais hidratação e nutrição, por isso uma das dicas é caprichar no cronograma capilar_

Desde que as mulheres com cabelos grisalhos tomaram conta das passarelas de moda e as celebridades começaram a assumir cada vez mais a realidade de suas madeixas, o que antes era visto como desleixo, agora é sinônimo de empoderamento.


A revolução ainda é recente no Brasil, por isso, vira e mexe surgem algumas dúvidas sobre o tema: mas por que será que os cabelos perdem a cor? Como cuidar dos fios e evitar o temido amarelamento? Dra Patrícia Marques, especialista em medicina capilar, explica que o fenômeno natural ocorre pela diminuição ou a perda das células que produzem a melanina. Nas pessoas de pele clara, o início se dá mais cedo, por volta dos 35 anos, enquanto nos negros, por volta dos 45, mas ao redor dos 60 anos, todo mundo deve ter, pelo menos, alguns cabelos grisalhos.

“O processo de despigmentação dos cabelos é chamado de canície e também atinge barba e pelos corporais. É reconhecido como precoce quando afeta pessoas com menos de 20 anos e o motivo pode estar relacionado à predisposição genética ou outros fatores. De acordo com os cientistas, as principais hipóteses também estão relacionadas ao estresse, doenças da tireoide e autoimunes, como o vitiligo, além da deficiência de vitamina B12 e o hábito de fumar”, explica Marques.


O processo de branqueamento dos cabelos é progressivo, mas há maneiras de, pelo menos, prevenir o avanço logo nos primeiros sinais. Ativos naturais com ação antioxidante e anti-inflamatória podem ser ingeridos ou passados no couro cabeludo e hábitos de vida saudáveis - como boa alimentação e hidratação, sono de qualidade, prática regular de exercícios físicos e controle do estresse - também são grandes aliados.





Além disso, há estratégias de suplementação e medicamentos que podem melhorar a qualidade dos fios e também retardar tanto o envelhecimento da pele quanto dos cabelos. Alguns medicamentos prometem reduzir os fios brancos já existentes, mas Dra Patrícia reforça que os estudos e tecnologias ainda estão em andamento e só entre 5 e 10 anos teremos novidades mais certeiras.

Algumas curiosidades: o cabelo branco é mais grosso, ondulado, difícil de manejar e também menos resistente, ele quebra mais fácil. O termo popular "cabelos grisalhos" - onde grisalhos vem da palavra gris ou cinza em inglês - não é correto porque os fios não adquirem a coloração cinza. O acinzentado, na verdade, é uma mistura da cor do cabelo branco com o cabelo ainda pigmentado, por isso, a confusão.


Para quem quer aderir à moda, Dra Patrícia, que também é cirurgiã plástica e já realizou mais de 600 frontoplastias, tem algumas dicas importantes. “Utilize produtos específicos para cabelos brancos, pois eles têm componentes que evitam o amarelamento. Piscina e exposição ao sol também não são recomendados. Além disso, os fios precisam de mais hidratação e nutrição, então capriche no cronograma capilar. Por fim, os fios brancos são mais sensíveis a dispositivos térmicos, como secador e chapinha, então procure usar com moderação e sempre com protetor”, completa.


17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page